O CHMS completa uma nova estação de controlo no rio Saá, ao passar pelo município de A Pobra do Brollón em Lugo

O CHMS completa uma nova estação de controlo no rio Saá, ao passar pelo município de A Pobra do Brollón em Lugo

A Confederação Hidrográfica do Miño-Sil O.A., Agência Autónoma dependente do Ministério da Transição Ecológica e Desafio Demográfico, concluiu recentemente os trabalhos de extensão da Rede SAIH (Sistema Automático de Informação Hidrológica) no rio Saá, ao passar por A Pobra de Brollón (Lugo).

Os trabalhos consistiram na implementação do equipamento necessário para a medição e transmissão em tempo real dos dados do nível da água no leito do rio, temperatura e pluviosidade. As variáveis já são recebidas automaticamente e de cinco em cinco minutos no CECU (Centro de Controlo de Bacias) do CHMS em Ourense, tendo sido realizados os testes de comunicação e calibração necessários. Os dados podem ser consultados no nosso sítio web.

Esta estação está localizada na Área com Risco Potencial Significativo de Cheias (ARPSI) de A Pobra de Brollón (Lugo), de acordo com o planeamento da gestão do risco de cheias do segundo ciclo, para facilitar o controlo e a capacidade de resposta em períodos de chuvas fortes que produzem aumentos consideráveis do fluxo.

As acções realizadas envolveram um investimento de 30.075 euros.

Os trabalhos fazem parte da actividade 4 “Programas de controlo e medidas de retenção natural” do Projecto RISC_ML, no âmbito da acção destinada a alargar a rede SAIH, SAICA, piezometria e controlo químico, co-financiada pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), através do Programa Interreg V-A Espanha-Portugal (POCTEP) 2014-2020.

Guarda-roupa e recinto acabados:

Barreira anti-turbidez colocada durante a execução das obras:

Sensor de nível: